Fortaleza, Ceará

Aracati, Ceará




Aracati

«Fortaleza       «Ceará       «Municípios do Ceará

Aracati
Praia de Canoa Quebrada, Aracati

Há consenso entre historiadores e etimólogos de que Aracati é uma palavra de origem tupi; há, entretanto, diversas interpretações sobre o significado da palavra.
Segundo Raimundo Girão, um dos mais conceituados historiadores do Ceará, os tupis teriam usado o vocábulo Aracati para descrever a "brisa que sopra do mar para a terra". A ocorrência de ventos, particularmente no período da tarde, pode ser constatada não só em Aracati mas em todos os municípios existentes às margens do rio Jaguaribe.

População 68.673 hab. (est. 2006)
Distância de Fortaleza: 150 km. O município de Aracati faz divisa com o Estado do Rio Grande do Norte; a distância até Natal é aproximadamente 360 km.
Acesso: CE-040 e BR-304; acesso a Canoa Quebrada requer ainda trânsito uma via vicinal.

O município de Aracati conta com Patrimônio Arquitetônico tombado, edificações do século XVIII e residências que ainda guardam na fachada a herança da colonização portuguesa com seus azulejos da época colonial. Em abril de 2000, a cidade foi tombada pelo Iphan como Patrimônio Histórico Nacional, em reconhecimento à importância de seu conjunto arquitetônico para a memória do país.
Aracati também é conhecida por promover um dos mais animados carnavais do litoral do Ceará.

História e Patrimônio Histórico

O início da História de Aracati remonta 1603, quando Pero Coelho de Souza mandou erguer no local o Forte de São Lourenço; Aracati é, pois, uma das cidades mais antigas do Ceará.

Igreja Matriz Aracati

Igreja Matriz

Porto natural, Aracati passou a ser a porta de entrada dos colonizadores portugueses, pernambucanos e paraibanos que vinham, principalmente, para o comércio das charqueadas, também chamado de indústria da carne seca ou carne de sol. A técnica de desidratar a carne, de forma a torná-la consumível por prazos mais longos, foi aperfeiçoada por empresários de Aracati, que dispunham do rebanho mas tinham que enviá-lo até Pernambuco. Por conta disso, Aracati transformou-se em importante centro comercial do Ceará; para se ter uma idéia do desenvolvimento da cidade, foi em Aracati que circulou o primeiro automóvel no estado.

Os prédios e monumentos, que hoje constituem o Patrimônio Histórico de Aracati, refletem o tempo áureo da cidade; são herança daquela época os belíssimos sobrados e as igrejas coloniais. Alguns exemplos de monumentos importantes de Aracati são a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, que teve sua construção iniciada em 1774 ; a Igreja dos Prazeres, de 1854 ; e a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, do Séc. XVIII, em estilo barroco, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Antropológico Nacional, o IPHAN.
Também tombada pelo IPHAN é a "Casa da Câmara", antigo prédio da cadeia pública de 1779. Merecem também uma visita, pelo valor histórico e arquitetônico, a Cruz das Almas, uma grande cruz em cima de um pedestal gigante de alvenaria; o Instituto do Museu Jaguaribano, onde morou o Barão de Aracati; o monumento do 1° Centenário a Independência do Brasil, uma coluna de cinco metros de altura em frente ao paço e a Ponte de Juscelino Kubistschek, construída na época em que ele ainda era presidente do país. Com seus 450 m de extensão, a ponte passa por cima do Jaguaribe, o "ex" maior rio seco do mundo, que reserva agradáveis surpresas aos amantes do ecoturismo, preocupação também da atual administração municipal em investir nesse segmento turístico, que está em constante crescimento.

Canoa Quebrada

Porém, a maior atração do município é a Praia de Canoa Quebrada, conhecida internacionalmente. Descoberta na década de 70, Canoa, a 148 km de Fortaleza, conta com o símbolo da cidade, uma lua e uma estrela, esculpida em suas falésias. O pôr-do-sol de cima das dunas transforma Canoa Quebrada em um dos ícones de beleza do litoral cearense. Além das belezas naturais, a praia oferece aulas de kitesurf para os turistas interessados em esportes de aventura, e conta com hotéis de alto padrão.

Canoa Quebrada tem uma das noites mais animadas no Estado. Na Broadway, principal rua da vila, restaurantes com especialidade na culinária internacional, bares e boates se misturam numa profusão de ritmos que variam entre o forró, a música eletrônica, música popular brasileira, jazz, reggae, dentre outros. Em algumas ocasiões, os visitantes participam de luais à beira-mar, como o evento chamado Canoa em Chamas (um festival de reggae), com show pirotécnico e muita música durante toda a noite.

Nos arredores da praia, vale a pena visitar Majorlândia, conhecida pelo artesanato com areias coloridas. A Praia Lagoa do Mato pouco foi visitada, mantendo os costumes dos pescadores que residem naquele pedaço de paraíso. Quixaba e Retirinho são também exemplos de praias que encantam pelas belezas naturais do local.

Mais informações:
»Aracati. Site oficial, mantido pela Prefeitura de Aracati.
»Faculdade do Vale do Jaguaribe. Instalada em Aracati.
»Solar das Clotildes. Documenta a História e o Patrimônio Cultural de Aracati.

Fonte das informações e crédito das fotos: Secretaria de Turismo do Ceará.