Fortaleza, Ceará

Beach Park, Fortaleza




Beach Park

«Fortaleza       «Passeios em Fortaleza

O Beach Park localiza-se nas dunas de Aquiraz, 20 quilômetros ao leste de Fortaleza. Construído há mais de 20 anos, o parque não pára de crescer e inovar.

Atualmente, tem cerca de 35 mil metros quadrados (o que o torna o maior parque aquático do Brasil), mais de cem atrações e é dividido em áreas temáticas com brinquedos para crianças e, principalmente, para adultos apaixonados por adrenalina.

O Beach Park é um complexo que inclui o Acqua Park (o parque aquático, atração de maior visibilidade do complexo), duas cadeias de resorts (uma delas integrada ao Acqua Park), área de restaurantes e um Centro de Convenções.

Para aproveitar tudo o que essa terra molhada tem a oferecer é preciso enfrentar o medo; os brinquedos mais radicais são capazes de assustar os mais destemidos. Uma dica é começar pelos mais baixos e menos velozes para ganhar confiança e dar um passo à frente em busca de mais aventura.

Enigma da Esfinge

beach park

Logo na chegada, o visitante entra numa área chamada de Enigma da Esfinge. Nela, há seis toboáguas. As três najas são montadas em forma de caracol. A amarela, a mais baixa, é indicada para crianças a partir de 1,30 m de altura. Já a naja verde e a naja azul têm 71 metros de comprimento e estão a 11 metros do chão. Na verde, parte da estrutura é fechada, enquanto na azul você vê o céu o tempo todo e ainda encara a descida numa velocidade superior.

Quem quer emoção de verdade deve subir mais alguns lances de escada até o sarcófago e as esfinges. Aqui a altura passa dos 20 metros. As esfinges são um misto de trechos retos e ondulados. Já o sarcófago é um toboágua totalmente coberto e escuro. Sem curvas, ele pode fazer o corpo do visitante chegar a uma velocidade de 80 km/h.

Outro brinquedo que também se vale da escuridão para deixar a queda mais emocionante é a moréria negra. Ela fica na Atlântida, a outra área temática com escorregos bastante velozes, graças a tapetes de borracha e bóias usadas para diminuir o atrito entro o corpo e a fibra. Neste local está o atlântis, o brinquedo mais coletivo do parque. São necessárias três pessoas para equilibrar a bóia e enfrentar uma descida ondulada que termina de forma abrupta, jogando todos em uma piscina a uma velocidade de mais 40 por hora.

Piscinas e rios

beach park Cansou? Então vá para a correnteza encantada, uma piscina circular que imita um rio, onde é possível deitar numa bóia e se deixar levar. O Beach Park oferece, ainda, uma imensa piscina coberta, num ambiente que lembra uma caverna, e duas saunas (seca e vapor).

Para as crianças, há a ilha do tesouro, a arca de Noé e o aqua show, onde ficam o maremoto (a maior piscina de ondas da América Latina) e o balde gigante, que despeja 1.800 litros d’água de uma só vez em quem está por perto.

Kalafrio

Olhando do chão você não dá nada por esse brinquedo. Parece bobinho, feito para criança. Só percebe que não é bem assim quando percebe que na fila só há adultos.

O kalafrio usa o mesmo conceito de uma pista para skate. O formato é de half pipe, só que molhado. A descida é feita em bóia e pode ser individual ou em dupla. Assim como no insano, ao se desprender na base, a bóia vira em um ângulo de aproximadamente 90 graus. A inclinação e a velocidade fazem o visitante subir até o lado oposto da pista e descer novamente, ficando nesse movimento sucessivo até a bóia perder força e parar.

Quem quiser tornar a brincadeira ainda mais quente deve descer de costas para o brinquedo. A impressão que se tem nesta posição é como se você estivesse saindo de um avião para saltar de pára-quedas.

Insano

De longe, a torre onde está instalado o insano já assusta pelo seu tamanho. São 41 metros de altura, o equivalente a um edifício de 14 andares. Se você não desiste da subida por medo, pode pensar duas vezes antes de encarar os cansativos lances de escada, que parecem não ter fim. Mas se sua opção for enfrentar o maior toboágua do mundo, então respire fundo e suba de uma vez, porque depois de chegar lá em cima ninguém quer mais correr o risco de desistir e ter que encarar toda a escadaria de volta.

O insano está registrado no Guines Book, o livro dos recordes, como o toboágua mais alto do mundo. É onde, invariavelmente, está a maior fila e o maior tempo de espera de todo o parque (que pode chegar a 1 hora em dias de muito movimento). Por isso mesmo, ele fecha mais cedo o que os outros (às 16h) para garantir que todos que aguardam possam escorregar. Portanto, não demore muito a tomar a sua decisão. beach park

Ao chegar ao topo da torre, você vai ouvir histórias de pessoas que estão ali descendo pela terceira, quarta ou milésima vez e vai achar estranho como alguém pode encarar aquela loucura repetidamente. Até que chega a sua hora. A principal instrução passada pelos monitores é para que o visitante não se mexa ao soltar a barra de segurança. Um alerta desnecessário, diga-se de passagem: o medo já deixa você paralisado involuntariamente.

A saída do insano é enganosa: lenta e suave. Mas isso não dura mais do que dois segundos. Logo em seguida, há uma virada brusca para baixo num ângulo de cerca de 45 graus. O corpo descola momentaneamente do brinquedo, o que dá a sensação de queda livre. E aí vem a descida a uma velocidade que pode chegar aos 105 km/h. Seis segundos depois, você está dentro da piscina, louco para enfrentar novamente a escada e fazer tudo de novo. Uma dica: não desça de olhos fechados. Além de não ter a noção de para onde vai (o que aumenta o medo), você perde o visual que vale a pena apreciar.

O Beach Park abre diariamente, das 11 às 17 horas.
Em 2008, o ingresso custava R$ 85; há promoções para grupos e múltiplas visitas. Há restaurantes e lanchonetes dentro do parque, com preços mais altos do que a média.
Para mais informações, visite o site do Beach Park.
As fotos dessa página são material de divulgação fornecido pelo próprio Beach Park.