Recife

Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco



População: 581.556 habitantes (Censo 2000)
Distância do Recife: 18 km
Acessos: por ruas e avenidas de Recife e Jaboatão (as cidades são vizinhas). Visite mapas de Recife e Pernambuco.

História
Localizada em uma posição privilegiada, colada ao Recife, e fazendo divisas com cidades como São Lourenço da Mata, Cabo de Santo Agostinho e Moreno, Jaboatão dos Guararapes é uma das mais importantes da Região Metropolitana.
Jaboatão dos GuararapesSeu povoado foi fundado por Bento Luiz de Figueiroa, proprietário do Engenho São João Batista, em 1593. Foi elevado a categoria de cidade por lei provincial em 27 de junho de 1884, tornando-se município autônomo em 03 de agosto de 1892.
Jaboatão guarda na seu histórico a resistência contra o dominador holandês durante as batalhas travadas nos anos de 1648 e 1649, no Montes dos Guararapes - berço da nacionalidade brasileira - hoje, Parque Nacional dos Montes Guararapes - e as marcas da sua vitória com a expulsão dos invasores. Por ter sediado as principais batalhas contra os holandeses na então Capitania de Pernambuco, o Exército brasileiro considera o Monte Guararapes como o "berço da pátria". Veja também essa detalhada narrativa sobre a Batalha dos Guararapes.
O município ficou conhecido também como "moscouzinho", por ter sido o primeiro município brasileiro a eleger um prefeito comunista, em 1947.
O nome da cidade é originário da palavra indígena "Yapoatan", que faz referência a uma árvore comum na região, usada na fabricação de mastros de embarcações.
Administrativamente, Jaboatão dos Guararapes é formado pelos distritos sede, Cavaleiros e Prazeres. Todos os anos, no dia 4 de maio, é comemorada a emancipação política do município.

Economia
Localizado na Região Metropolitana do Recife (RMR), o município de Jaboatão dos Guararapes faz limite com a capital pernambucana. O município dotado de infra-estrutura, áreas de lazer (foto) e um centro econômico e comercial diversificado, além de uma visita de encher os olhos de qualquer visitante. economia de Jaboatão dos Guararapes
A cidade é dividida em três Distritos: Jaboatão Centro, Cavaleiro e Prazeres. O primeiro, apresenta-se até hoje, com características de cidade de interior, com a população dedicada as atividades comerciais e agrícolas; em Cavaleiro a predominância é o comércio. O distrito de Prazeres compreende a sede da Prefeitura Municipal do Jaboatão dos Guararapes, o pólo industrial e logístico e um litoral com 8 km de orla com guas límpidas e mornas o ano inteiro. É o distrito de maior apelo turístico com comércio diversificado (aí incluído o Shopping Center Guararapes, o segundo maior de Pernambuco) e uma cadeia hoteleira de nível internacional.
Jabotão dos Guararapes é o segundo município em importância entre os sete que integram o Grande Recife. A classificação é conseqüência dos altos índices de crescimento que a cidade vem alcançando nos últimos anos, consolidando-se como o segundo município do Estado em arrecadação.
O turismo também é um fator econômico bastante expressivo na cidade que é considerada o Berço da Pátria, por ter sido em suas terras que aconteceram as principais batalhas contra os holandeses, no século XVII.
Além de Jaboatão dos Guararapes, a Região Metropolitana abriga também os municípios de Recife, Olinda, Abreu e Lima, Paulista, Igarassu, Itapissuma, Itamaracá, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Araçoiaba e Moreno.

Turismo
Jaboatão dos Guararapes foi palco da vitória contra os holandeses, no século XVII. A história do Brasil pode ser vista nas ruas e calçadas da cidade. No Parque Histórico Nacional dos Guararapes estão estampadas as lembranças da Guerra da Restauração Pernambucana (foto) (1648/1649), encenada todos os anos no Monte dos Guararapes; a encenação ocorre em datas móveis, durante o mês de novembro; visite a página sobre agenda cultural de Recife e Pernambuco para informações atualizadas. Jaboatão dos Guararapes
Com 363 hectares de extensão, o parque é formado por três morros: Oitizeiro, Telégrafo e Ferradura. Do parque é possível se apreciar a vista da cidade de Jaboatão dos Guararapes e do Recife. No local encontra-se até hoje uma das mais importantes e cobiçadas Igrejas do Estado: Igreja Nossa Senhora dos Prazeres (conhecida como Igreja dos Montes Guararapes); segundo registros históricos, a capela que deu origem à igreja teria sido iniciada no século 17, após a expulsão dos holandeses.
Os Montes Guararapes são administrados pelo IPHAN(Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e Exército, com o apoio da Prefeitura. Lá existe um belíssimo Mirante e um espaço cultural, com maquetes e painéis alusivos às batalhas. Veja algumas fotos do Parque Histórico Nacional dos Guararapes.
Jaboatão oferece atrações de sobra para os seus visitantes. São oito quilômetros de orla, com praias para todos os gostos: desde a urbana Piedade até a quase inexplorada Praia do Paiva; igrejas seculares; e usinas que guardam fragmentos do passado revolucionário do Estado.
Em Jaboatão está localizado também o Instituto Cultural Lula Cardoso Ayres - com acervo de documentos e obras do artista, galeria de arte, biblioteca e cinemateca.
A Colônia dos Padres faz parte do roteiro religioso do Município. Essa Colônia, que foi erguida pelo Padre Antônio Avelar, conta com o Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, vinculado à Basílica de São Pedro, no Vaticano, o local concede às pessoas que o visitam as mesmas indulgências propiciadas pela Basílica. O Santuário tem o estilo bizantino, no qual é erguido sobre uma gigantesca pedra que lhe serve de pedestal. Essa Basílica, assim denominada hoje, é referência para os romeiros de todo o Norte/ Nordeste, especialmente os da família salesiana, que se dirigem a ela em oração.
A cidade tem infra-estrutura completa para os turistas. Há hotéis, restaurantes e shopping center, além de pólos de animação noturna e marinas.
Jaboatão conta ainda com um Pólo Náutico com mais de dez marinas, onde o turista pode desfrutar o sossego e a harmonia do Rio Jaboatão na bela prais de Barra de Jangada.
Dentre os eventos realizados no Município, destaca-se a Festa de Nossa Senhora dos Prazeres, mais conhecida como a Festa da Pitomba, um evento trisecular, sempre iniciado na primeira segunda-feira após a Páscoa.

Fonte das informações: IBGE e Governo do Estado de Pernambuco
Crédito das fotografias: Governo do Estado de Pernambuco

Leia mais sobre outras Cidades de Pernambuco