Recife

Paulista, Pernambuco



População: 262.237 habitantes
Distância do Recife: 15 km
Acessos: PE-15 e PE-01. Visite mapas de Recife e Pernambuco.

História
Em 1689, um paulista chamado Manoel de Moraes Navarro comprou muitas terras na região, e daí originou-se o nome do atual município de Paulista. Por séculos, a vocação da região foi o cultivo e processamento de cana de açúcar; os engenhos prosperaram em toda a Capitania, e no século XIX já existiam várias usinas.
Paulista foi subordinada ao Município de Olinda até 1935, quando foi emancipada. Atualmente, o município é formado pelos distritos sede, Paratibe, Navarro, Conceição, Janga, Pau Amarelo, Nobre e Maranguape.

Economia
Paulista, Pernambuco No município de Paulista predominam atividades ligadas ao setor de serviços, comércio e indústria. O turismo também é responsável por atrair empreendimentos para a cidade, com a implantação de hotéis, restaurantes, pontos comerciais e marinas.
Em Paulista está localizado também o parque industrial de Paratibe, que abriga empresas de diversos setores, dinamizando a economia da região e gerando emprego para a população.
O município faz parte da Região Metropolitana do Recife, que polariza fluxos econômicos, com predominância do setor de serviços e funciona como centro distribuidor de mercadorias. Além de concentrar maior número de indústrias de transformação do Estado, outro pilar da economia metropolitana é a agroindústria voltada para o álcool e o açúcar. Destaca-se também o cultivo de frutas e hortaliças, como banana, coco, inhame, mandioca, entre outros.

Turismo
Embora esteja próxima do agito comercial da Região Metropolitana do Recife, a cidade de Paulista tem praias de águas calmas, por isso é eleita porVeneza Water Park muitos pernambucanos como melhor ponto para moradia. Muitos recifenses e olindenses mantêm uma casa de praia na região de Paulista, para onde viajam em finais de semana e durante o período de férias.
Uma das atrações da cidade é o parque aquático temático Veneza Water Park (foto). Com toboáguas de vários formatos, além de piscinas, rio de corredeiras, saunas, quadras sportivas, lanchonetes e restaurantes, o parque atrai centenas de visitantes para a cidade, sobretudo nos finais de semana. Juntamente com o Beach Park, de Fortaleza, o Veneza é um dos maiores parques aquáticos do Brasil.
Nos finais de semana, as praias do Janga, Pau Amarelo e Maria Farinha são visitadas por centenas de pessoas que se reunem para comer petiscos à base de frutos do mar, especialidade das diversas palhoças à beira-mar instaladas na região.
As praias de Paulista fazem parte do maior pólo de lazer náutico do Nordeste. Um dos passeios mais bonitos pode ser feito de barco pela extensão do Canal de Maria Farinha. De lá partem também várias embarcações que levam turistas para a Coroa do Avião - extenso banco de areia localizado entre a Ilha de Itamaracá e o Canal de Santa Cruz. O local serve de base para pesquisas de aves migratórias. Ver mais detalhes na página sobre a Ilha de Itamaracá.
Paulista ainda tem construções de alto valor histórico, como casarios e igrejas erguidas no período colonial. O Forte de Pau Amarelo, construído no século XVIII pelos portugueses, marca o local do primeiro desembarque dos holandeses no Brasil. O forte está aberto à visitação diariamente.

Fonte das informações: IBGE e Governo do Estado de Pernambuco
Crédito das fotografias: Governo do Estado de Pernambuco

Leia mais sobre outras Cidades de Pernambuco