Recife

Pina, reduto gastronômico do Recife



Leia também:
«Praias de Pernambuco.    «Praia de Boa Viagem.
«Praias do Norte de Pernambuco.
«Praias do Sul de Pernambuco.
«Mapas do Recife e Pernambuco.    «Restaurantes de Recife.

Notícia publicada em 18 de outubro de 2005 pela Secretaria de Turismo - Recife.

O secretário de Turismo do Recife, Alfredo Bertini, apresentou o "Núcleo de Entretenimento do Pina e Brasília Teimosa" em entrevista coletiva, realizada na última quinta-feira, no Best Western Manibu Recife. Orçado em aproximadamente R$ 1,5 milhão, o projeto será realizado em uma área de cerca 1,5 quilômetros de extensão no bairro do Pina. Estão previstas a construção de um box de informações turísticas e uma concha acústica para apresentações culturais e a realização de uma feira com produtos regionais e gastronomia na praia, em frente ao Cassino Americano. O empreendimento engloba ainda a melhoria do acesso ao Parque de Esculturas e a implementação do "Alameda Rebelinho", que agrega, além da rua Capitão Rebelinho, sete outras perpendiculares e a rua Jeremias Bastos, famosa por seus ateliês.

"Alameda Rebelinho", tem 1,5 km e agrega a via principal, além de sete perpendiculares e da rua Jeremias Bastos. Alameda Rebelinho
Entre os investimentos previstos no "Alameda Rebelinho" estão o conserto das calçadas, arborização e paisagismo, colocação de lixeiras, bancos de espera de táxi e ônibus, incentivo às sub-habitações para reforma e indução de atividades econômicas complementares ao pólo - a exemplo de floriculturas, peixarias, cybercafés e salões de beleza -, criação de um jornal informativo das atividades culturais do Recife e ordenação de estacionamento.

De acordo com Bertini, o projeto visa a criar um ponto turístico forte na Zona Sul, área onde se concentra a maior parte dos hotéis da cidade.esculturas de Brennand"Existe um pólo gastrônomico-cultural em qualquer capital do mundo; Recife não deve ser diferente", argumentou o sócio do restaurante Mingus, Nicola Sultanum. Indagado sobre as semelhanças com o antigo Pólo Pina, Nicola foi enfático: "este não tem nada a ver; conta com estabelecimentos de alto padrão, como Conselheiro, Pomodoro Café, La Cuisine, La Maison, Boi Preto, Faro, Kojima e Bargaço, que têm público fiel independente da existência ou não do pólo".

O empreendimento prevê, ainda, a melhoria do acesso público ao Parque de Esculturas de Francisco Brennand, via Brasília Teimosa.

O projeto está tramitação no Ministério do Turismo e pode ser aprovado ainda este ano por emenda parlamentar. Por enquanto, a PCR, com recursos próprios, através da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), está recuperando o asfalto e revisando a iluminação da área.