Recife

Brejo da Madre de Deus, Pernambuco



População: 38.109 habitantes (Censo 2000)
Distância do Recife: 199 km
Acessos: PE-145, BR-104 e BR-232. Visite mapas de Recife e Pernambuco.

História
O nome "Brejo" vem da localização do município, que fica em um vale. Já o Madre de Deus tem origem no nome dado ao hospício fundado pelos padres congregados de São Felipe Neri.
Administrativamente, o município é formado pelos distritos sede e Fazenda Nova e pelos povoados de Tambor de Cima, Tambor de Baixo, Caldeirões, Fazenda Velha, Cavalo Russo, Cacimba de Pedra e Astrago.
Anualmente, no dia 26 de maio Brejo da Madre de Deus comemora a sua emancipação política. O padroeiro da cidade é São José.

Economia
Além do turismo, que é marca forte na cidade por conta dos espetáculos na cidade-teatro de Nova Jerusalém, e do artesanato, a economia de bem vindo a Brejo da Madre de Deus Brejo da Madre de Deus é caracterizada pela exploração agrícola (foto), pecuária e pelas atividades de comércio e serviços associadas aos centros urbanos.
O clima semi-árido, com temperatura média em torno de 25ºC nas áreas de brejo, favorece o cultivo de hortaliças e frutas, como banana, maracujá, caju, manga, cajá, jaca, goiaba, mamão, abacate e pitanga.
O município de Brejo da Madre de Deus faz parte da Região de Desenvolvimento do Agreste Central, localizada na Mesorregião do Agreste Pernambucano. Com uma área de 10.117 km², a região abrange 10,22% do território estadual e é constituída por mais 25 municípios: Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim, Bezerros, Bonito, Cachoeirinha, Camocim de São Félix, Caruaru, Cupira, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Lagoa dos Gatos, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, São Bento do Una, São Caetano, São Joaquim do Monte e Tacaimbó.

Turismo
Durante a Semana Santa, milhares de pessoas de todas as partes do país invadem Brejo da Madre de Deus para assistir ao espetáculo da Paixão de Cristo (foto), encenada no maior teatro ao ar livre do mundo; embora essa peça tenha ganhado grande notoriedade em anos recentes por contar com participação de atores famosos, ela vem sendo continuamente interpretada há mais de 50 anos. Paixão de Cristo, Nova JerusalémTodo ano, são cerca de 160 mil turistas, de todos os lugares do Brasil, que chegam para assistir à monumental peça. Veja informações atualizadas sobre o espetáculo no site oficial de Nova Jerusalém.
Além do belo espetáculo, reconhecido internacionalmente, também se encontra no município o Parque das Esculturas Nilo Coelho. Nele podem ser admiradas esculturas em granito, com figuras inspiradas na vida e cultura do homem nordestino.
Durante todo o ano, turistas visitam a cidade-teatro movidas pela curiosidade de conhecer o cenário, muito parecido com o da Terra Santa. Há ainda a Mata do Bituri, com uma fauna diversificada e resquícios de Mata Atlântica.
Outros destaques são o cemitério arqueológico da Furna do Estrago, as inscrições rupestres da Pedra da Lua e o Museu Histórico. Para os amantes do turismo ecológico e praticantes do rapel, nada como uma caminhada até a Pedra do Cachorro.
Na Serra da Prata, com 936 metros de altura, os visitantes podem apreciar o visual da cidade e, na Serra do Ponto (1.195 metros), há possibilidade de fazer trilhas ecológicas. A formação rochosa é bastante conhecida, sendo inclusive cenário de filmes como Auto da Compadecida (primeira versão), Noite do Espantalho, Riacho de Sangue e Terra sem Deus.
O artesanato local também é muito admirado pelos visitantes, principalmente as peças em palha e artigos de renda renascença. Vale a pena visitar o Parque das Esculturas, com estátuas que representam figuras conhecidas da Região Nordeste, como o lavrador com a enxada, a colheiteira de algodão, a mulher rendeira, o beato, o sanfoneiro, entre outros.

Fonte das informações: IBGE e Governo do Estado de Pernambuco
Crédito das fotografias: Governo do Estado de Pernambuco

Leia mais sobre outras Cidades de Pernambuco