Recife

Moreno, Pernambuco



População: 49.205 habitantes
Área: 196 km2
Distância da capital: 28 km
Acessos: BR-232 e PE-07. Visite mapas de Recife e Pernambuco.

História
A origem de Moreno remonta ao ano de 1616, quando o português Baltazar Gonçalves Moreno adquiriu extensas área de canaviais; o nome da cidade é uma homenagem a Baltazar.
Porém, foi com a chegada da indústria têxtil Societé Cotoniere Belge Bresiliene, no início do século XX que obteve sua emancipação através da Lei 1.931 de 11 de setembro de 1928. A ocupação do territorial do Moreno teve como característica a economia açucareira e têxtil, o que refletiu no aspecto histórico, cultural e espacial do Município.
Moreno, Pernambuco Na cidade é possível resgatar a história do Estado através das construções seculares. Encontram-se sediados 39 (trinta e nove) engenhos que revelam e representam a ascensão e a decadência da cultura canavieira pernambucana, tendo como destaque o Casarão do Engenho Moreno que em 1859 serviu de hospedagem para o Imperador D. Pedro II. Alguns desses engenhos ainda estão em plena atividade. Também, é possível caracterizar o período têxtil através das construções arquitetônicas da Vila Operária, Estação Ferroviária, Mercado Público, Prefeitura, obras que identificam o período da industrialização.
Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelo povoado de Bonança. Anualmente, no dia 11 de setembro é comemorado o aniversário de Moreno.

Economia
A economia do município de Moreno teve sua origem na cultura canavieira e na indústria têxtil. Atualmente os setores de atividades em evidência são a agropecuária, administração pública, serviços e comércio. De acordo com o Anuário Estatístico de Pernambuco (2002), o setor que mais emprega no município é o agropecuário. Nas atividades agrícolas, os principais produtos cultivados são a cana-de-açúcar, coco, banana, inhame, mandioca, acerola e maracujá.
É importante ressaltar que o segmento turístico vem sendo implantado como alternativa econômica para o município, uma vez que possui grande potencial para o seu desenvolvimento, como foi identificado no Diagnóstico de Potencialidades Agro-ecoturísticas do Município do Moreno.
Além de Moreno, a Região Metropolitana abriga também os municípios de Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Abreu e Lima, Paulista, Igarassu, Itapissuma, Itamaracá, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Camaragibe, São Lourenço da Mata e Araçoiaba. A área total da região metropolitana é de 2.766 km², ocupando 2,82% do território pernambucano.

Turismo
Os tempos áureos da cultura canavieira estão marcados na história e na paisagem do município de Moreno. Engenhos (foto) e plantações de cana-de-açúcar ainda estão presentes na cidade.
engenhos de Moreno, Pernambuco No município encontram-se cinco reservas Ecológicas e uma Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN, além da área de interesse ambiental Jardins do Moreno.
As festas que acontecem em Moreno são os maiores atrativos para os visitantes. O carnaval fora de época da cidade, o Morenata, atrai diversas pessoas de várias partes do Estado, que se divertem no mês de setembro com shows e trios elétricos. Tradicionalmente, os ritmos que comandam as festas em Moreno são o frevo e o maracatu.
No São João, o forró ganha espaço na cidade com o Forroreno. Há quadrilhas, tiros de bacamarteiros e tudo mais como manda a tradição junina. A festa acontece no Palhoção Espaço Cultural Zazarte Gomes.
De 30 de novembro a 8 de dezembro acontece a Festa de Nossa Senhora da Conceição. O evento é celebrado com novenários, queima de fogos, procissão e missas na Igreja Matriz. Para animar a festa, a cidade se enfeita com parque de diversões, barracas de comidas típicas, bebidas e apresentações de grupos folclóricos.

Fonte das informações: IBGE e Governo do Estado de Pernambuco
Crédito da fotos: Governo do Estado de Pernambuco.

Leia mais sobre outras Cidades de Pernambuco