Recife

Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco



População: 152.977 habitantes
Área: 448 km2
Distância do Recife: 41 km
Acessos: BR-101 Sul e PE-07 (ambas duplicadas, até o Cabo). Visite mapas de Recife e Pernambuco.

História
Cabo de Santo Agostinho O Cabo de Santo Agostinho fica a 41 km do Recife e reúne ao mesmo tempo o maior pólo industrial de Pernambuco e um cenário belíssimo de praias paradisíacas.
O Cabo é tido como ponto de descoberta do Brasil. Alguns historiadores afirmam que antes de Pedro Álvares Cabral chegar à Bahia, Vicente Pinzon já teria atracado na bacia de Suape, no dia 26 de janeiro de 1500, e batizado com o nome de Cabo de Santa Maria de La Consolación; nas escolas municipais do Cabo, essa é a data ensinada às crianças como sendo a do descobrimento do Brasil.

Economia
O município Cabo de Santo Agostinho é considerado o maior pólo industrial de Pernambuco. O Complexo Industrial e Portuário de Suape (foto) favoreceu o surgimento de um parque industrial a seu redor, que hoje conta mais de 50 empresas, gerando cerca de 4 mil empregos diretos e 20 mil indiretos; além disso, o porto é pólo distribuidor de automóveis para toda a região Norte/Nordeste.
Cabo, economia O turismo também movimenta a economia do município, que ostenta muitas belezas naturais e uma bem estruturada rede hoteleira e gastronômica. A indústria e o comércio empregam não só moradores da cidade como também profissionais de toda a Região Metropolitana do Recife.
O município ainda se destaca por ser local da Barragem de Pirapama, que abastece grande parte da zona sul da Região Metropolitana do Recife (RMR), beneficiando cerca de 1,3 milhão de pessoas. Trata-se da maior obra hídrica do Estado, com capacidade de armazenar 61 milhões de metros cúbicos de água.
Cabo de Santo Agostinho faz parte da Região de Desenvolvimento da RMR, a qual abriga também os municípios de Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Abreu e Lima, Paulista, Igarassu, Itapissuma, Itamaracá, Ipojuca, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Araçoiaba e Moreno.

Turismo
Cabo de Santo Agostinho está repleto de reservas ecológicas, manguezais e algumas das praias mais comentadas do país, como Calhetas, Paraíso e Gaibu (foto). Não faltam opções para relaxar ou praticar esportes náuticos. Durante o verão os hotéis e pousadas recebem uma grande quantidade de turistas de todos os lugares do mundo. turismo, Cabo de Santo Agostinho
Além das praias de beleza singular, outro atrativo da cidade são os seus monumentos históricos. Lá podem ser encontrados velhos engenhos que guardam a história do município. Atrações imperdíveis são a Igreja de Nossa Senhora de Nazaré e as ruínas do convento carmelita, que datam do final do século 16, e o Forte Castelo do Mar, construído em 1631 pelos portugueses com granito do próprio Cabo, para proteger a área dos holandeses.
Para os que gostam de artesanato, o Cabo tem uma produção bastante diversificada, baseada na produção de cerâmicas. As peças podem ser encontradas no Mercadão, onde há artesanatos e produtos típicos da cultura nordestina.
Entre as festas típicas da cidade está a Festa da Lavadeira, que acontece todos os anos no dia 1º de maio, na praia do Paiva. O evento, que começou de forma simples como uma reunião de pescadores, hoje reúne milhares de pessoas na praia do Paiva.
Nas festas juninas, uma atração extra: o Trem do Forró: o percurso do trem era originalmente do Recife até Caruaru, mas nos anos recentes tem ido até o Cabo (visite o site para conferir a programação atual).
A festa da Ouriçada é outro evento típico da região, baseada em superstições religiosas de pescadores da área. A ouriçada é também um dos pratos típicos da cidade.
Quanto à estrutura hoteleira, o turista pode ficar tranquilo. São vários hotéis, inclusive de cadeia internacional, além de inúmeros bares, restaurantes e marinas etc.

Fonte das informações: IBGE e Governo do Estado de Pernambuco

Leia mais sobre outras Cidades de Pernambuco